Histórias Cruzadas (2011)

Muitos filmes já narraram os acontecimentos preconceituosos sofrido pelos negro do Mississippi dos anos 60, o mais notório foi Mississippi em Chamas. Histórias Cruzadas segue o mesmo princípio porém abordado de uma forma diferente, aqui o sofrimento abordado aqui são das empregadas negras que tomavam conta das filhas de suas patroas brancas.

O filme conta a história de Eugenia Skeeter (Emma Stone) e Aibileen Clark (Viola Davis). Skeeter é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Aibileen é um doméstica negra que a cada dia que passa sente-se mais injustiçada pela forma como as “pessoas de cor” são tratadas pela sociedade. Skeeter resolve escrever um livro sobre os sentimentos e histórias das mulheres negras que deixam seus filhos para tomar conta dos filhos das mulheres brancas, quando ela conhece Aibileen, empregada de sua melhor amiga, elas começam a escrever as suas histórias e as poucos procuram por outras negras que estejam dispostas a contar suas histórias. Daí o título do filme.

O longa tem a fórmula correta do Oscar, talvez esse seja seu maior problema, Tate Taylor não tentar se arriscar a ir mais além, ele só quer contar a história daquelas mulheres negras sem levantar nenhuma polemica fazendo o típico filme “Feel Good”. A parte técnica do filme é muito boa recriando toda uma cidade dos anos 60 desde as casas até as os detalhes mais simplistas.

Porém a grande força do filme habita em seu elenco, os destaque ficam mesmo para a Viola Davis, Emma Stone e a mais injustiçada pelas premiações a Bryce Dallas Howard que está bem melhor que a Jessica Chastain e a Octavia Spencer (ambas lembradas pelo Oscar).

Diferente do que muitos blogueiros estão dizendo, não considero a Davis coadjuvante no filme, pelo contrário ela é co-protagonista junto com a Stone, visto que tem todo um arco dramático tendo em vista o seu sofrimento pela perda do filho e a relação que ela tem com a filha de sua empregadora, sendo a sua despedida a cena mais forte e tocante do filme, além do que é a própria Davis que narra toda a história que chaga ao ápice na cena final que a Aibileen sai caminhando.

Nota: 7,5

Título Original: The Help
Diretor: Tate Taylor
Elenco: Viola Davis, Emma Stone, Bryce Dallas Howard, Jessica Chastain, Octavia Spencer,  Sissy Spacek, Cicely Tyson, Ahna O’Reilly e Mike Vogel

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Críticas Filmes, Oscar 2012

7 Respostas para “Histórias Cruzadas (2011)

  1. Pois é, essa fórmula de Oscar atrapalha mesmo, mas não destrói o filme, que te envolve entre prós e contras. Também não acho Viola Davis coadjuvante;

  2. Eu preciso assistir a este filme. Além da temática, tem esse elenco sensacional que parece ser um dos pontos altos da obra.

  3. achei o filme o extremo do simpático, personagens cativantes (dino daquele SAG), um excelente roteiro e ótima direção. até o momento o segundo melhor do ano.

  4. Um filme com cara de Oscar que chega a ser positivo, mas deixa arestas abertas que não nos leva a lugar algum.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s